Atualizando o WordPress

AVISO: O processo de atualização afetará todos os arquivos e pastas incluídos na instalação principal do WordPress. Isso inclui todos os arquivos básicos usados ​​para executar o WordPress. Se você tiver feito modificações nesses arquivos, suas alterações serão perdidas.

Você deve sempre atualizar o WordPress para a versão mais recente. Quando uma nova versão do WordPress estiver disponível, você receberá uma mensagem de atualização nas telas de administração do WordPress. Para atualizar o WordPress, clique no link nesta mensagem.

Existem dois métodos para atualizar – o mais fácil é a atualização com um clique, que funcionará para a maioria das pessoas. Se não funcionar, ou se você preferir ser mais prático, siga o processo de atualização manual.

Se você estiver atualizando em várias versões, siga o procedimento em Atualizando o WordPress – Instruções Estendidas.

Backup do WordPress Backup do WordPress

Antes de começar, é uma boa ideia fazer backup do seu site. Isso significa que, se houver algum problema, você poderá restaurar seu site. Instruções completas para fazer um backup podem ser encontradas em Backup do WordPress.

Topo ↑

Atualizações automáticas em segundo plano Atualizações automáticas em segundo plano

A partir do WordPress 3.7+, não é mais necessário levantar um dedo para aplicar atualizações menores e de segurança. A maioria dos sites agora pode aplicar automaticamente essas atualizações em segundo plano. Se o seu site for capaz de atualizar com um clique sem inserir credenciais de FTP, ele poderá atualizar de 3.7 para 3.7.1, 3.7.2, etc. (Você ainda precisará clicar em “Atualizar agora” para lançamentos de recursos maiores.)

Topo ↑

Atualização com um clique Atualização com um clique

O WordPress permite que você atualize com o clique de um botão. Você pode iniciar a atualização clicando no link no banner da nova versão (se disponível) ou na tela Painel > Atualizações. Quando estiver na página “Atualizar WordPress”, clique no botão “Atualizar agora” para iniciar o processo. Você não precisa fazer mais nada e, assim que terminar, estará atualizado.

As atualizações com um clique funcionam na maioria dos servidores. Se você tiver algum problema, provavelmente estará relacionado a problemas de permissão no sistema de arquivos.

Propriedade do arquivo Propriedade do arquivo

O WordPress determina qual método será usado para se conectar ao sistema de arquivos do seu servidor com base na propriedade dos arquivos do WordPress. Se os arquivos pertencerem ao proprietário do processo atual (ou seja, o usuário no qual o servidor da web está sendo executado) e os novos arquivos criados pelo WordPress também pertencerem a esse usuário, o WordPress modificará diretamente os arquivos, sem solicitar credenciais.

O WordPress não tentará criar os novos arquivos diretamente se eles não tiverem a propriedade correta. Em vez disso, você verá uma caixa de diálogo solicitando credenciais de conexão. É comum os arquivos pertencerem à conta FTP que os carregou originalmente. Para executar a atualização, você só precisa preencher as credenciais de conexão para essa conta FTP.

Se seus arquivos pertencem ou não ao usuário do servidor, dependerá de como você instalou o WordPress e de como o servidor está configurado. Em algumas plataformas de hospedagem compartilhada, é um risco de segurança que os arquivos sejam de propriedade do usuário do servidor e não do FTP. Consulte o tutorial sobre Alteração de permissões de arquivo para obter mais informações, incluindo como configurar permissões de arquivo para que vários usuários de FTP possam editar os arquivos.

Topo ↑

Atualizações com falha Atualizações com falha

Se você vir uma mensagem de “atualização com falha”, exclua o arquivo .maintenance do diretório do WordPress, usando FTP. Isso removerá a mensagem “falha na atualização”.

Se a atualização com um clique não funcionar, nada de pânico! Apenas realize uma atualização manual.

Topo ↑

Atualização manual Atualização manual

Estas são as instruções rápidas, se você quiser mais detalhes, consulte as instruções de atualização estendidas. Se você tiver problemas com a atualização em três etapas, consulte as instruções mais detalhadas de atualização.

Para essas instruções, presume-se que a URL do seu blog seja https://example.com/wordpress/.

Topo ↑

Etapa 1: substituir arquivos do WordPress Etapa 1: substituir arquivos do WordPress

  1. Obtenha o arquivo zip (ou tar.gz) mais recente do WordPress.
  2. Descompacte o arquivo zip que você baixou.
  3. Desative os plugins.
  4. Exclua os antigos diretórios wp-includeswp-admin do seu servidor (através do seu FTP ou acesso ao shell).
  5. Usando FTP ou seu acesso ao shell, envie os novos diretórios wp-includeswp-admin para seu servidor, no lugar dos diretórios excluídos anteriormente.
  6. Envie os arquivos individuais da nova pasta wp-content para sua pasta wp-content existente, sobrescrevendo arquivos existentes. NÃO exclua sua pasta wp-content existente. NÃO exclua nenhum arquivo ou pasta no seu diretório wp-content existente (exceto o que está sendo substituído por novos arquivos).
  7. Envie todos os novos arquivos soltos do diretório raiz da nova versão para o diretório raiz do WordPress existente.

NOTA – você deve substituir todos os arquivos antigos do WordPress pelos novos nos diretórios e subdiretórios wp-includeswp-admin, e no diretório raiz (como index.php, wp-login.php e assim por diante) . Não se preocupe – seu wp-config.php estará seguro.

Tenha cuidado ao copiar o diretório wp-content. Você deve copiar apenas os arquivos dentro deste diretório, em vez de substituir todo o diretório wp-content. É aqui que residem seus temas e plugins, então você deve mantê-los. Se você personalizou os temas padrão ou clássicos sem renomeá-los, certifique-se de não substituir esses arquivos, caso contrário, você perderá suas alterações. (Pode ser que você queira compará-los para atualizar novos recursos ou correções.)

Por fim, você deve dar uma olhada no arquivo wp-config-sample.php, para ver se foram introduzidas novas configurações que você deseja adicionar ao seu próprio wp-config.php.

Topo ↑

Etapa 1.5: Remova o arquivo .maintenance Etapa 1.5: Remova o arquivo .maintenance

Se você estiver atualizando manualmente após uma falha na atualização automática, exclua o arquivo .maintenance do diretório do WordPress usando FTP. Isso removerá a mensagem “falha na atualização”.

Topo ↑

Etapa 2: atualize sua instalação Etapa 2: atualize sua instalação

Visite sua página principal de administração do WordPress em /wp-admin. Você pode ser solicitado a fazer login novamente. Se uma atualização do banco de dados for necessária neste momento, o WordPress a detectará e fornecerá um link para uma URL como  https://example.com/wordpress/wp-admin/upgrade.php. Siga esse link e siga as instruções. Isso atualizará seu banco de dados, para ser compatível com o código mais recente. Você deve fazer isso o mais rápido possível após a etapa 1.

Não se esqueça de reativar os plugins!

Topo ↑

Etapa 3: faça algo de bom para si mesmo Etapa 3: faça algo de bom para si mesmo

Se você tiver um cache ativado, limpe o cache neste momento para que as alterações sejam ativadas imediatamente. Caso contrário, os visitantes do seu site (incluindo você) continuarão a ver a versão antiga (até que o cache seja atualizado).

Sua instalação do WordPress foi atualizada com sucesso. É o mais simples que podemos fazer sem atualizar o WordPress usando uma sub-versão (em inglês).

Considere se recompensar com uma postagem no blog sobre a atualização, lendo o livro ou artigo que você está adiando, ou simplesmente relaxando por alguns momentos e deixando o mundo passar por você.

Topo ↑

Etapas finais Etapas finais

Sua atualização está completa, então você pode entrar e ativar seus plugins novamente.

Se você tiver problemas em acessar, tente limpar os cookies no seu navegador.

Topo ↑

Solução de problemas Solução de problemas

Se algo der errado, a primeira coisa a fazer é seguir todas as etapas em nossas instruções de atualização estendidas. Essa página também contém informações sobre alguns dos problemas mais comuns que nós vemos.

Se você se deparar com uma solicitação de credenciais de FTP ao tentar atualizar o WP em um servidor IIS automaticamente, pode ser uma questão de direitos. Entre no Console de Gerenciamento do IIS e, em seguida, no pool de aplicativos do seu blog. Nas configurações avançadas, altere o ID do modelo de processo para LocalSystem. Em Sites, escolha seu blog, clique com o botão direito do mouse, clique em Editar permissões e, na guia Segurança, adicione usuários autenticados. Isso deve resolver.

Se você tiver problemas após a atualização, você sempre poderá restaurar seu backup e substituir os arquivos por aqueles da sua versão anterior no arquivo de lançamentos.

Topo ↑

Outras opções Outras opções

Se você tem algum conhecimento sobre shells do unix, deve verificar o wp-cli (em inglês).