Respostas no Fórum

Visualizando 13 respostas - 1 até 13 (de um total de 13)
  • bem, o que provavelmente (espera-se que) aconteceu foi que a Hostgator fez uma modificação no WordPress no servidor da Hostgator. eles não poderiam ter modificado o site que estava em outro servidor.

    uma rápida visão sobre como sites ficam no ar. você compra um domínio e no local onde comprou você colocou os endereços de apontamento de DNS – que podem ser da sua hospedagem, ou podem ser de serviços como o Cloudflare. ai dentro do sistema que escolheu para gerenciar os DNS (sua hospedagem ou serviços como o Cloudflare), você configura os registro de DNS. sendo o mais importante o tipo, que diz o IP do servidor onde estão os arquivos que geram o site.

    por que dizer isso? porque pelo que entendi o seu site com problema é o que está com os DNS apontando para o servidor da Hostgator. sei isso porque posso ver, conforme a imagem abaixo, que seu site aponta para o Hostgator através da ferramenta MxToolbox Investigator

    Screenshot
    clique sobre a imagem para ver imagem ampliada

    em Name Servers estão domínios da Hostgator, então seus DNS estão lá. na minha opinião, você deveria voltar para seu antigo servidor – já deve saber que demoram alguns horas para o site voltar a rodar no antigo servidor, é o chamado tempo de propagação – e então fazer os procedimento do tutorial. quando usar o plugin, como está descrito no tutorial, ele gerará um arquivo que você deverá guardar.

    após isso, ter gerado os arquivos, você vai mudar de novo seus DNS para a Hostgator. quando carregar, você deveria fazer uma nova instalação do WordPress, instalar o plugin e importar o arquivo que gerou, para restaurar seu WordPress.

    caso seja confuso, já que ainda está aprendendo, ou tenha problemas, talvez seja o caso de procurar um profissional que lhe ajude. eu indicaria o portal hirewp.dev, pois tem vários desenvolvedores da comunidade do WordPress Brasil.

    mas antes disso, talvez seja o caso de tentar fazer com o plugin, seguindo o tutorial. leia com calma e atenção cada item e você poderá conseguir sim.

    • Esta resposta foi modificada 1 ano, 4 meses atrás por repensewp.

    opa, nesse caso indico demais apagar o que você tentou antes e seguir o tutorial do WordPress sem Código que indiquei antes.

    fazer migração manual é algo que você precisa ter certos conhecimentos e até um pouco de sorte. pois o WordPress é um sistema dinâmico, ou seja, usa banco de dados. só que uma questão é que certas partes no banco de dados usam a url (quando localhost, usam o IP) e a localização dos arquivos no servidor. quando você migra para outro servidor, mudanças na url e na localização pode gerar erros.

    quando você usa um plugin, como o All in One WP Migration ou o Duplicator (que é o que usamos por aqui, mas dependendo do tamanho de seu site costuma dar erro no Hostgator 🙁 ), o plugin justamente faz esses ajustes de programação.

    então tente com o plugin e o tutorial lá do WordPress sem Código. por favor informe aqui se realmente deu certo.

    olá!

    uma pergunta muita importante e que infelizmente na maioria das vezes as pessoas respondem “não” é: o site original ainda está disponível? se sim, há uma tutorial excelente em português do portal WordPress sem Código sobre Migrar site de servidor com plugin All in One WP Migration. ela explica muito bem e tem até vídeo no Youtube.

    ai você entra no site original, segue os passos indicados com o plugin e ai sim você com os arquivos do plugin vai para o servidor novo.

    se sua resposta for “não” para a pergunta acima – 🙁 – ai provavelmente (e infelizmente) já era. pois arquivos .sql normalmente são do banco de dados. em exportação manual normalmente envolve no mínimo 2 arquivos: um .sql que é o backup do banco de dados e um .zip que é o backup dos arquivos que estavam na hospedagem.

    há inclusive uma documentação oficial do WordPress sobre isso (em inglês).

    espero que ainda tenha o acesso ao servidor anterior. se não tiver, poderia tentar perguntar a eles se eles guadaram algum backup. pois algumas empresas tem políticas de guardar dados de clientes por um certo prazo.

    olá!

    uma página de categoria é carregada a partir de códigos vinculados ao tema. dessa forma, raros temas (talvez apenas pago) oferecem uma configuração personalizada de uma página de categoria.

    as prováveis soluções seriam:

    1. usar o Elementor PRO, que permite em Modelos > Construtor de tema, gerenciar o visual de todas as páginas do sistema, inclusive as de categoria;

    2. talvez um plugin que gerencie o cabeçalho e o rodapé do Elementor, como o Elementor – Header, Footer & Blocks, talvez possam modificar de todas as páginas do sistema. precisa testar se a versão gratuita do plugin dá esse poder. ou pode pesquisar no repositório do WordPress por “elementor header” – inclusive o que plugin que indiquei normalmente é um dos primeiros resultados.

    3. por fim, poderia pensar em editar diretamente a página .php do tema que gerencia a página da categoria. o ideal nesse caso é que tenha conhecimentos em programação, pois precisaria indicar no arquivo que ao invés da página de categorias carregar o arquivo header.php, ele deverá carregar o modelo do Elementor. dependendo de seus conhecimentos, talvez fosse o caso de cotar quanto um desenvolvedor cotaria para lhe entregar essa solução, podendo em sites de freelancer como o hirewp.dev.

    sucesso com seu projeto!

    olá!

    a solução que ele usa é para quem usa Elementor PRO. pois você tem uma seção chamada “Construtor do tema”, onde você cria modelos para várias coisas do site e torna o tema meio que desnecessário.

    e sim, o widget Posts faz parte do pacote PRO, podendo comparar no site do Elementor.

    para quem usa o Elementor gratuito, a única solução sem programação que deve ser possível é criar todo o visual manualmente de como deseja seu blog. a partir dai, a cada vez que criar um novo post, precisa voltar na página do blog que criou e adicionar manualmente os dados do novo post, como imagem, título, etc. e claro um botão ou link que direcione para a postagem.

    o que o Elementor facilita nisso é o sistema de duplicar. você pode pegar o visual de um post antigo nessa página do blog e duplicar. ai coloca os dados do novo post que criou. assim você controla o visual da página, usando a versão gratuita do Elementor.

    se quiser esse processo automatizado, ai não tem jeito. ou você resolve com codificação, editando o tema do seu site e a forma como ele exibe os posts. ou você adquire o Elementor PRO. (inclusive, o que faz valer tanto adquirir uma licença do Elementor PRO é justamente toda a série de automatizações em design e marketing digital que ele permite).

    sucesso com seu projeto!

    olá!

    seu projeto envolve um nível de personalização considerável, que é a inserção da logo do cliente na arte. acho muito improvável que um plugin consiga lhe atender.

    provavelmente a melhor solução seria procurar um desenvolvedor. ele pode ver a sua ideia e desenvolver uma solução exatamente para o que você deseja. e por vezes o valor não é tão alto quanto se costuma imaginar, nada que pedir uma cotação não resolva.

    uma boa indicação nesse caminho seria o Hire WP. alguns excelentes desenvolvedores da comunidade WordPress Brasil estão lá.

    sucesso com seu projeto!

    Fórum: Plugins
    Em resposta a: PLUGIN USA A CAMERA DO CELULAR

    olá!

    como sistemas mobile, como iOS e Android, requerem que o usuário dê explicitamente autorização para certas permissões no aparelho, como uso da câmera, acredito que não exista plugin para isso.

    seria o caso de pesquisar um desenvolvedor com conhecimentos não somente em WordPress mas também em apps mobile.

    sucesso com seu projeto!

    Fórum: Ajustando o WordPress
    Em resposta a: Site fora do ar

    olá!

    é possível ver pelo seu link que o site está no ar. que bom!

    indicaria que olhasse com carinho para as escolhas que adotou em seu WordPress. o site está demorando demais para carregar. você já percebe isso ao acessar, mas se passar seu link por uma ferramenta como o Test My Site do Google, você nem tem os resultados, dando erro.

    então seria interessante repensar como está criando seu site. para melhorar performance, já que está usando Hostgator, talvez fosse o caso de pensar no plano Turbo, cujo armazenamento é em SSD, o que já dá um ganho em performance bem interessante.

    sucesso com seu projeto!

    olá!

    a palavra-chave para o que você deseja é “bulk”. se você pesquisar no repositório do WordPress por “WooCommerce bulk editing”, encontrará plugins que justamente buscam permitir que você faça “edições em massa”.

    O PW WooCommerce Bulk Edit, com 5 estrelas em 144 avaliações e já testado com o WordPress 5.3 parece ser uma opção bem interessante. só precisa ver se a versão gratuita com suas limitações lhe atende ou se o valor da versão paga lhe é acessível. além disso há outras opções como o WOOBE e um plugin da famosa YITH.

    sucesso com seus projetos!

    olá!

    atualmente existe vários desse tipo de solução, que estão relacionadas com o gatilho mental da Prova Social. talvez o mais famoso seja o Proof (useproof.com), mas um que costumamos usar para projetos de clientes é o ProveSource (provesrc.com), que tem um plano gratuito e integra com WooCommerce.

    no repositório do WordPress você pode pesquisar por “Social Proof”. nos primeiros resultados você tem plugins como o NotificationX e o WP Real-Time Social-Proof que na descrição indicam que oferecem essa solução que procura. ai é o caso de testar para saber sobre limitações no plano gratuito e ver o valor da versão paga.

    sucesso com seu projeto!

    olá!

    o Adam da WPCrafter responde essa questão no fórum da WPCrafter:

    As soon as you tell WordPress which page is your blog index page, found in settings > reading, then WordPress takes control of that page and no page builder can edit it. This has nothing to do with Astra or any theme. This has nothing to do with your page builder either.

    The solution is easy. Leave that setting blank, and then create the page in Elementor. That’s it.

    In fact, that is how I have my blog index page setup.

    ou seja, quando você define uma página em Configurações > Leitura > Página de post, ela é modificada pelo WordPress e nenhum Page Builder consegue modificá-la. no caso do Elementor, recebi a seguinte mensagem,

    Screenshot

    talvez em alguns temas essa configuração ainda seja interessante. mas usando o Elementor, deveria optar pela solução do Adam, onde você não usa essa configuração do WordPress, criar uma página de posts com o Elementor e coloca o link para essa página em seu menu e links nas páginas/posts.

    espero ter ajudado com sua questão. sucesso com seus projetos!

    olá!

    sobre os resultados do Google Analytics, há uma séria questão no tema que influencia isso. nenhum produto permite calcular o frete, você é obrigado a clicar no botão Comprar e então ir ao Carrinho ou Checkout para ver o valor da compra com o frete. então isso influencia muitas pessoas serem OBRIGADAS a irem nessas áreas apenas para saberem o valor final do produto.

    algo que você deveria considerar é a sua própria experiência de usuário em lojas virtuais:

    • quais as que você mais acessa? aqui faça um exercício de observar o que te fazer acessar, como visual da loja, promoções, facilidades.
    • onde você mais compra? nem sempre a mais acessada é onde mais se compra. depende do seu perfil. e mais uma vez faça o exercício de que o te faz comprar: preço, frete grátis, exclusividade, formas de pagamento, etc.
    • o que os líderes de mercado fazem? os grandes tem verba para ter equipe de marketing, desenvolvimento, atendimento, etc. então se eles estão usando certos elementos visuais e soluções, não é achismo. muitas vezes, inclusive é copiando grandes empresas do exterior. então se um grande faz algo, fique atento.

    especialmente no caso da última pergunta, os grandes players permitem verificar valor do frete na página do produto. isso justamente ajuda a filtrar bem quem chega na página do carrinho. porque quem chega lá normalmente ganha um cookie no navegador e ai começa o remarketing tentando fazer o usuário voltar lá e finalizar a compra, se ele sair da página sem comprar.

    então se você quer melhorar o filtro de quem chega no seu checkout, deveria pensar em colcoar um cálculo de frete no próprio produto.

    além disso, talvez seja o caso de rever o tema que está usando. pelo código-fonte, aparentemente você está usando o tema Bachas, da ThemeForest, sendo que parece que você está usando a versão 1.3. só que pelas informações deste tema, o tema se encontra na versão 1.3.2, só que a última atualização foi em 02/07/2019, só sendo o tema compatível até o WooCommerce 3.6.4. enquanto o WooCommerce já se encontra na versão 3.8.1.

    ou seja, além do seu tema naturalmente não ter o cálculo do frete na página do próprio produto, ele não está atualizado com as últimas versões do WooCommerce. e isso pode dar uma dor de cabeça bem chata. se é que já não está, quem sabe se não estão ocorrendo erros no checkout que justamente estão fazendo você perder vendas? algo a pensar.

    sucesso com seu projetos!

    olá!

    você pode ver várias opções no repositório do WordPress:

    https://br.wordpress.org/plugins/search/boleto/

    um sistema que usamos para geração de boleto é o Juno. e como pode ver no resultado do repositório, há um plugin especificamente para integrar com o Juno. caso já conheça esse sistema, indicamos esse plugin. se não conhece a Juno ainda, talvez seja uma boa conhecer e ver se vale a pena para seu modelo de negócio.

    sucesso com seus projetos!

Visualizando 13 respostas - 1 até 13 (de um total de 13)