Respostas no Fórum

Visualizando 15 respostas - 1 até 15 (de um total de 228)
  • Sua homepage está configurada com o <title> e og:title que vc inseriu via Yoast SEO, mas o Google está mostrando outra coisa. Compare:

    HTML da homepage atual: https://snipboard.io/kbf4Qy.jpg
    Como aparece no Google: https://snipboard.io/PQrOYh.jpg

    Acontece que o Google fez um cache da sua página, e na versão que está em cache (vc pode verificar clicando na setinha pra baixo ao lado do URL da página) o título está assim: https://snipboard.io/fx7Eal.jpg

    Ou seja, de fato o Google modificou o elemento <title> da página para exibir da forma que ele entende melhor (com “Página Inicial” no final do título, e não no começo como está na sua página inicial em cache no Google).

    Para remover esse cache e indexar a nova versão, tem que fazer o que o Mário sugeriu, solicitar nova indexação no GSC. Porém minha experiência é que nem sempre o Googlebot atende esse pedido. Com o Google é assim: um erro e eles capturam na hora, mas uma correção pode levar semanas!

    Então se essa solicitação para reindexar não funcionar, o que vc pode tentar é inserir um Header HTTP barrando o Googlebot de fazer cache das páginas. Num servidor Apache com .htaccess, vc pode inserir este comando:

    Header set X-Robots-Tag "noarchive"

    Em seguida limpa o cache do servidor (ou aguarda alguns minutos até que comece a retornar com este header), e depois solicita a reindexação ao Google.

    Sucesso!

    • Esta resposta foi modificada 1 mês, 2 semanas atrás por CB.

    Olá ramonoa,

    Esse problema não tem solução. O Google manda no Google, e decidiu que vai ajustar o título e a descrição oferecidas pelo site (a que vc colocou via Yoast SEO, por exemplo) para que fiquem mais atraentes dependendo do que foi pedido na busca.

    Eu expliquei em mais detalhes em resposta a outro post aqui no fórum, dá uma olhada.

    Isso não significa que vc não deva caprichar na descrição inserida via Yoast SEO, pois quando a busca não tem nenhum elemento mais específico que justifique alterá-la, o Google vai usar essa descrição.

    Olá Rodrigo,

    O que você está observando nada mais é que o reflexo do IP dinâmico atribuído pelas provedoras de internet (telefônicas, operadoras de cabo, fibra etc). Eu por exemplo acesso por uma provedora que altera meu IP a cada 2 dias mais ou menos.

    Além disso, com IPv6 ativado, em vez de ter somente um IP para toda a rede da casa, tem um IP para cada aparelho conectado ao wi-fi.

    Portanto, nada a temer quanto a essas mudanças mencionadas.

    Isso é algo do próprio WordPress ou algum plugin (eu uso o plugin All In One WP Security) que talvez esteja mascarando, a cada intervalo de tempo, o IP real do usuário para vários outros IPs?

    Nem o WordPress nem os plugins de segurança alteram o IP do usuário.

    Caro jersaosp,

    Sim, é possível manter um site não WordPress no mesmo servidor que um site WordPress. Eu inclusive usei isso um tempo para que um plugin de Firewall protegesse também o site que não era WordPress. Mas é preciso configurar direito o servidor para que funcione.

    Uma maneira é alterar o .htaccess do seu domínio (ou arquivo de configuração equivalente, caso não esteja em Apache) para evitar que ele redirecione os arquivos iniciados em /siteantigo/ para o WordPress. Para o WP funcionar, ele insere um bloco de comandos no htaccess para que o servidor redirecione todos os URLs para o index.php da instalação WordPress. A partir daí o WP assume e faz sua mágica. O que vc precisa é inserir uma exceção naquele bloco de comandos.

    Se vc tem familiaridade com .htaccess, deve saber como é fácil um pequeno erro resultar no site fora do ar. Por isso sugiro que peça ajuda a algum programador para fazer isso para vc, ou pesquise no Google “htaccess padrão do wordpress”, inteire-se do assunto, e, fazendo primeiro um backup do htaccess original antes de modificá-lo, tente sua mudança.

    A alternativa que eu prefiro, até em função do problema de SEO que o Felipe Santos mencionou acima, é manter o site antigo no endereço onde sempre esteve, criar um subdomínio para o site novo com WordPress, e ir copiando aos poucos o conteúdo do domínio para o subdomínio. Quando o conteúdo estiver todo (ou pelo menos a parte que vc quer manter) no subdomínio, seguir o conselho do Felipe e usar um plugin de migração para copiar todo o site WordPress do subdomínio para o domínio.

    Então vc teria no começo www.exemplo.com.br e wordpress.exemplo.com.br, e depois de concluída a transferência do conteúdo para o subdomínio wordpress., poderia usar um plugin de migração para mudar tudo para o domínio principal, e remover o subdomínio wordpress..

    Se vc optar por criar um subdomínio, deve sinalizar ao Google que não deve indexar o subdomínio, uma vez que contém cópia do conteúdo do domínio principal. Vc pode fazer isso com um plugin chamado Yoast SEO ou com um cabeçalho HTTP no .htaccess. Depois da migração, é claro, vc precisará remover essa instrução.

    CB

    (@cbrandt)

    De nada.

    Sucesso!

    CB

    (@cbrandt)

    Olá Barenco,

    Uma vez que o DNS esteja apontando para o subdomínio, vc pode instalar nele o WordPress como se estivesse instalando no domínio principal. Para todos os efeitos, são dois sites separados. Ao fazer a instalação do WordPress, este vai criar uma base de dados própria, ela é criada automaticamente.

    A instalação do WordPress pode ou não ser facilitada por ferramentas do servidor, como Softaculous ou outro aplicativo para instalação rápida. Na hospedagem que eu uso, por exemplo, eu sempre vou ao cPanel > Softaculous para criar novas instalações do WordPress, mas isso varia de hospedagem para hospedagem, que ferramentas ela disponibiliza para o usuário. Caso tenha que instalar a partir do zero, basta seguir um guia de como instalar o WordPress e adotar como endereço do site o URL do subdomínio.

    CB

    (@cbrandt)

    Caro Andersu,

    Seus links apontam para páginas internas do seu site, por isso só vc pode visualizar, para nós aparece a página de login. Quando quiser falar de um plugin, o que vc pode fazer é postar o link para a página do plugin no repositório.

    Pra mim aparecem muitas opções quando faço a busca por “oauth”: https://br.wordpress.org/plugins/search/oauth/

    Quanto a dar erro em login, é preciso mais detalhe. O que vc pode fazer é tentar esse plugin com a Ferramenta do Desenvolvedor (F12 no Chrome) aberta para ver se acusa algum erro, algum arquivo que possa estar sendo bloqueado. Se o seu site tem firewall, por exemplo, é bem possível que o firewall esteja bloqueando, tem que ver as configurações, e ajustá-las de acordo.

    CB

    (@cbrandt)

    eu n tenho acesso nem por ftp e nem pelo cpanel… pois só possuo o login e senha para o wp-admin e quando ele mudou, ele ficou sumiu

    Este é um fórum de voluntários, ninguém tem, nem pode ter, acesso à parte administrativa do seu site.

    Se vc perdeu o acesso via FTP e cPanel, e agora via wp-admin, só quem vai poder te ajudar é o suporte da hospedagem onde fica o seu site. Talvez eles possam restaurar para uma versão anterior à mudança para https, ou gerar nova senha para acesso ao FTP, cPanel etc. Ou ainda instalar um certificado HTTPS.

    CB

    (@cbrandt)

    Olá,

    Sugiro que pesquise no Google “migrar wordpress do xamps para hospedagem” ou algo assim. Vão aparecer vários blogs com instruções detalhadas de como proceder, com dicas de plugins que facilitam. São muitas instruções e muitos detalhes.

    Vc pode também ler as instruções abaixo, na seção “Movendo o WordPress para um novo servidor”:

    https://codex.wordpress.org/pt-br:Movendo_o_WordPress

    Se ao seguir o passo-a-passo vc tiver dúvidas específicas, poste aqui no fórum tanto a dúvida quanto os passos que vc tentou e eventuais mensagens de erro.

    Sucesso!

    CB

    (@cbrandt)

    Sim, é possível, vc pode usar o protocolo OAUTH para tanto. Deve haver outros meios, mas é o que me vem à mente.

    Pesquise “oauth” no repositório de plugins, há vários gratuitos e pagos que oferecem a opção. Leia com cuidado as documentações e inteire-se do assunto, pois esse tipo de autenticação tem evidentemente implicações com a segurança do site.

    Fórum: Temas
    Em resposta a: Tema com Home Video

    Olá,

    Vc pode usar o plugin Elementor (versão gratuita) e criar uma Seção, adicionar os vários elementos que precise (título, texto etc) e atribuir a ela um vídeo como fundo.

    O widget vai pedir o URL do vídeo (pode ser YouTube, Vimeo etc) mas vc pode inserir o URL de um vídeo que tenha em seu próprio site, tipo

    https://www.exemplo.com.br/wp-content/uploads/2020/01/meuvideo.mp4).

    Editar Seção no Elementor: https://snipboard.io/3afxk4.jpg

    Se não usar o Elementor, vc pode também tentar um plugin específico para isso, como o https://br.wordpress.org/plugins/advanced-backgrounds/

    Sucesso!

    Olá, Erick,

    Posso definir que só em uma parte do site o Learndash peça a senha do usuário e ele tenha acesso aos cursos e a uma página de perfil?

    Por padrão, qualquer plugin LMS que vc escolher somente exigirá senha quando o visitante clicar para se matricular num curso, entrar nas aulas etc. A página inicial, as páginas de contato e de descrição dos cursos etc qualquer um pode visitar sem precisar estar logado.

    Caso o seu site já seja existente, com uma instalação de WordPress específica, e vc queira adicionar a área de cursos sem misturar os logins, por exemplo se vc administra um site de ecommerce http://www.exemplo.com.br que tem login para os visitantes poderem comprar na loja virtual, e vc queira um login separado para os cursos, então seria o caso de criar um subdomínio, tipo cursos.exemplo.com.br, e instalar o WordPress + LMS nesse subdomínio.

    Fórum: Plugins
    Em resposta a: Plugin para popup FREE

    Olá,

    Nunca testei, mas tem este plugin de complementos para o Elementor que oferece popups:

    https://www.elementoraddons.com/elements-addon-elements/modal-popup-elementor/

    Como se vê na página de exemplos acima, dá para inserir modelos que vc já tenha criado, seções etc.

    Os redirecionamentos estão sendo gerados pelo próprio WordPress, cf se vê pelos cabeçalhos HTTP das páginas redirecionadas:

    https://snipboard.io/okKLb1.jpg

    Visite o Painel > Configurações > Links Permanentes e salve novamente seus permalinks.

    Se não resolver, sugiro que instale o plugin Diagnóstico e coloque o site em modo Resolução de Problemas. Nesse modo, somente para vc como administrador serão desativados os plugins e o tema será revertido para o padrão. Aí vc testa plugin por plugin até descobrir qual deles está causando o problema.

    Olá,

    Sua página tem 8,6 megabytes, ou seja, carregar em 6 segundos não é mal não. O problema está no tamanho.

    Uma coisa que vc pode fazer, além das excelentes dicas já mencionadas, é visitar sua página com o recurso Ferramentas do Desenvolvedor (Developer Tools) aberta (F12 ou Ctrl-J no Chrome ou Firefox).

    Aí vc vai na aba Rede (Network) e com ela aberta, recarrega a página. Ali vc pode clicar para ordenar os arquivos por tamanho, e verá que tem 3 arquivos JS idênticos e pesados, com mais de 300 Kb, repetidos. Todos do YouTube. Precisa ver pq está carregando 3 vezes, se é um imperativo do YouTube, ou se algum plugin pode enxugar isso daí.

    Depois vc examina os arquivos de imagens (dá pra clicar e selecionar só imagens), e tenta otimizar como já foi sugerido.

    Outra coisa é evitar ter muitas conexões externas, pois não há nada que vc possa fazer para otimizar o site alheio. A única dica que eu deixo é usar o plugin Pre* Party Resource Hints para adicionar cabeçalhos HTTP que vão fazer a pré-conexão com esses sites externos, tipo YouTube, Google Analytics, Google Ads etc. Isso pode tirar mais ou menos 0,5 segundo a 1 segundo do tempo de carregamento, se for bem feito. O que o cabeçalho HTTP “preconnect” faz é conectar com esses sites assim que começa a carregar a página, e não somente quando os arquivos desses sites são solicitados mais tarde. Como em geral são conexões HTTPS, a negociação pode levar um tempinho, por mais que o site seja otimizado.

    Por fim, tenha em mente que Google é uma besta difícil de domar. Só de vc adicionar Google Ads numa página, ela pode ficar de 2 a 4 segundos mais lenta. Aí vem o outro serviço do Google, PageSpeed Insights, e reclama!

    Sucesso!

Visualizando 15 respostas - 1 até 15 (de um total de 228)