Suporte » Outros assuntos » Apenas novo Tema ou nova instalação do WordPress?

  • Estou com uma dúvida e gostaria da ajuda de vocês. Vou descrever a situação para ajudar na resposta.

    Trabalho em um site que está há 10 anos no ar. O site é feito em WordPress desde o início e hoje tem milhares de posts publicados.

    Em 2011, com 2 anos no ar, o site começou a apresentar problemas e ficar fora do ar. O pessoal da hospedagem disse que estava causando sobrecarga e que não teria como manter o site no servidor.

    Trocamos Temas, deixando o padrão do wp, desinstalamos plugins, reparamos banco, mas de nada adiantou. Trocamos então de servidor, mas perdemos tudo, tendo que começar o site do zero.

    Desde 2011 até o momento, passamos por instabilidades, mas o site se manteve no ar.

    Essa semana tivemos um problema mais sério e o site ficou fora do ar. A hospedagem informou que o site provocou sobrecarga, o que fez reviver a situação de 2011, quando perdemos tudo.

    Reparamos banco, excluímos plugins inativos, instalamos outros plugins de otimização e o site voltou ao ar, e está funcionando.

    Estamos agora para trocar o tema, depois de vários anos com o mesmo. E é aí que surge a dúvida que me trouxe até aqui. Vou deixar algumas opções, com o que entendo ser vantagens e desvantagens, para decidir qual devo seguir. Outras sugestões também são aceitas.

    Opção 1
    Instalar o novo tema no mesmo site que já existe.

    Vantagem: é o jeito mais simples, pois apenas trocarei o tema.

    Desvantagem: Posso continuar tendo problemas, pois o banco é o mesmo, com milhares de posts e a sobrecarga pode continuar. Podemos perder todo o conteúdo como aconteceu anteriormente.

    Opção 2
    Mover o site que está hoje no ar para uma pasta e instalar um novo do domínio principal.

    A estrutura ficaria assim: nossosite.com.br/antigo

    Assim, tudo que publicarmos daqui pra frente ficaria no site novo, no domínio principal. O conteúdo antigo permanece também, com acesso a pasta antigo. Criaremos links para direcionar par esse conteúdo antigo

    Vantagem: Começaremos um site novo, limpo, menos risco de perder o conteúdo.

    Desvantagens: Precisaremos fazer redirecionamento, para não perder ranking no Google. Curtidas que já tem nos posts serão perdidas, pois o endereço mudará. As buscas internas podem não localizar nos dois bancos.

    Opção 3
    Criar um novo site, em uma pasta diferente. Redirecionar para o novo quando acessarem o domínio principal.

    A estrutura ficaria assim nossosite.com.br/novo

    No domínio principal ficaria o site antigo, sem publicarmos mais nada nele, mas mantendo tudo que já existe.

    Vantagem: site novo do zero, menor risco de perde o conteúdo. Tudo que já tem permanece como está, links, curtidas, etc.

    Desvantagem: URL ficará com a palavra ‘novo’, que não é muito amigável. Não tenho certeza que o antigo funcionará sem o index, já que usarei o index no domínio principal para direcionar para o novo.

Visualizando 15 respostas - 1 até 15 (de um total de 15)
  • @guiali antes de qualquer ação eu sugiro ter backup semanal do seu site, assim não perderá nada independente da ação que tomar para solucionar o seu problema.

    Outro ponto é que precisa descobrir o real gargalo do seu site/hospedagem para tomar uma atitude mais assertiva. Sobrecarga pode ser uma série de fatores, inclusive robôs maliciosos acessando repetidamente seu site com o objetivo de atingir o limite da sua banda e derrubar o site. Pode ser mal desenvolvimento de plugins/temas. Pode ser imagens muito grandes. Enfim, uma série de fatores.

    Indico você solicitar com a sua hospedagem todos os logs possíveis que eles tenham sobre o seu site. Lá você poderá ver inclusive qual o arquivo/página que está consumindo mais banda e dependendo do log até mesmo de onde (país) está vindo esses acessos.

    Acredito que com isso você terá mais probabilidade de acertar a solução que melhor vai lhe atender.

    Depois disso, usar um plugin de cache vai te ajudar muito com essa questão.

    Espero que isso lhe ajude e qualquer coisa nos retorne aqui.

    Everaldo Matias

    Obrigado @everaldomatias

    Estou verificando tudo isso

    Já fiz backup do banco.

    O plugins de cache eu uso desde os problemas de 2011. Ajudou muito, mas trouxe alguns problemas que até já acostumei. Por exemplo, quando preciso editar um post, ele demora tempo e depois cai. A alteração foi feita, mas só reconhece depois de alguns minutos que uso ‘purge from cache’.

    quanto a tentativa de ataques e acessos isso é constante. Acredito até que isso seria papel da própria hospedagem, mas estou tomando precauções. Instalei o Wordfence e estou buscando também outras alternativas. Ele já me mostra várias tentativas de login com falhas e alguns Ips bloqueados de países diferentes.

    Plugins quase não uso. Imagens diminuo antes de enviar para o site, então acredito que não seja. Já trabalhei também sem nenhum plugin na época, e o problema persistia.

    Outra ação que estou fazendo é a questão do SSL. Ao adicionar o https de qualquer forma a url vai mudar e perderei as ‘curtidas’. Então, um problema que teria no que descrevi acima de qualquer forma acontecerá.

    Estou disposto a começar do zero, a dúvida então fica entre meusite.com.br/antigo ou meusite.com.br/novo

    Se puderem me ajudar nessa decisão e até dar dicas, já agradeço

    @guiali uso o Wordfence e ele ajuda bastante. Reforço minha orientação de pegar com a hospedagem os logs para avaliar mais a fundo o que pode ser. Veja no seu cPanel ou com o suporte se possui o AWStats instalado, ele é bem detalhado em relação aos acessos ao site.

    Quanto ao “perder curtidas”, quais são essas curtidas? É um plugin no WP, é facebook, outra rede social?

    E sobre o “começar do zero”, sugiro deixar o novo site na raiz, e o antigo em uma pasta /antigo.

    esse perder curtidas não faz falta, só aquele número de vezes que o post foi compartilhado ou curtido… plugin do facebook.

    para deixar o antigo na pasta antiga, terei que fazer redirecionamento 301, correto?

    pesquisei e os redirecionamentos que encontrei é quando vai mudar o site de endereço… nesse caso mudares ‘parte’ do site, pois o antigo irá para a pasta /antigo, mas o novo permanecerá no domínio principal…

    como farei esse redirecionamento sem afetar o novo que será criado?
    terei que mudar também a pasta de imagens?

    Analisando a grosso modo, essa mudança de todo o conteúdo para a pasta /antigo afetaria algo mais que não estou vendo?

    obrigado @everaldomatias

    @guiali se esse plugin salva essas curtidas no próprio facebook, acredito que não consiga mesmo corrigir. Em um último caso, após descobrir onde o plugin armazena essa informação, seria entrar em contato com o facebook e perguntar como atualizar as URLs (sinceramente não sei o quanto isso é possível).

    Sobre os redirecionamentos 301, no WP novo você pode instalar o plugin Redirection (https://br.wordpress.org/plugins/redirection/) e fazer os redirecionamentos assim:

    De: http://www.meusite.com.br/nome-do-post
    Para: http://www.meusite.com.br/antigo/nome-do-post

    Obviamente que vai ter uma queda no SEO até tudo se estabilizar e atualizar nos mecanismos de busca.

    O que indico no seu caso, seria ter duas instalações WordPress, uma para o novo e outra para o antigo. Sendo assim, todo o WordPress que está na raiz deve ser movido para /antigo (as URLs atualizadas no banco de dados).

    Qualquer coisa, chama ai.

    https://everaldomatias.gitlab.io/

    Olá @guiali,

    Pela descrição do problema e pelas colocações feitas nas mensagens anteriores, sugiro que vc considere a alternativa de usar um serviço de proxy reverso. Eu uso e recomendo o plano gratuito do Clouflare (as vantagens do plano pago não fazem sentido para mim, pelo menos). É um serviço que deixa seu site seguro via https (vc pode usar tendo ou não um certificado SSL já instalado no seu site), protege com um firewall na nuvem e faz um cache dos arquivos estáticos (js. css, pdf, jpg, gif, outros arquivos de imagem etc) também na nuvem. Com isso, a demanda pelo servidor pode ser reduzida significativamente.

    No meu site, por exemplo, que tem baixa visitação mas com páginas relativamente “pesadas”, pois é um site de imóveis e tem muitas fotos tamanho grande, alguns pequenos vídeos, mais de 75% é servido pelo Cloudflare (nuvem), ou seja, só chegam aos servidores da empresa de hospedagem 1 de cada 4 requisições!

    Além disso, o firewall barra na nuvem muitas visitas maliciosas que chegariam ao seu site. Eu usei (e recomendo) o Wordfence, embora hoje use outro firewall no WP. Acontece que o WP é a última barreira. Quando ele “bloqueia” um ataque, na verdade esse hit já aconteceu no seu servidor, já foi processado pelo WordPress e pelo próprio Wordfence. Se vc tem um firewall na nuvem, qualquer tentativa de ataque DDoS, em que múltiplas visitas são feitas simultaneamente para derrubar seu site, como mencionado pelo @everaldomatias, é barrada na nuvem, sem incomodar os servidores da hospedagem.

    Caso queira usar o Cloudflare, sugiro pesquisar no Google como ativar o Cloudflare num site WP. Qualquer mudança que troque de http para https corre o risco de tirar seu site temporariamente do ar, por isso é bom pesquisar antes de implementar.

    Por fim, retomo a observação feita pelo Everaldo:

    Outro ponto é que precisa descobrir o real gargalo do seu site/hospedagem para tomar uma atitude mais assertiva. Sobrecarga pode ser uma série de fatores, inclusive robôs maliciosos acessando repetidamente seu site com o objetivo de atingir o limite da sua banda e derrubar o site. Pode ser mal desenvolvimento de plugins/temas. Pode ser imagens muito grandes. Enfim, uma série de fatores.

    A hospedagem está se referindo ao que com “sobrecarga”? Largura de banda? Utilização de CPU? de memória, de espaço no disco rígido?… A hospedagem tem a obrigação de informar exatamente o que está causando esses gargalos. Seja informando vc diretamente, seja provendo os logs para vc examinar. Além disso, eles deveriam oferecer a vc uma possibilidade de upgrade para o caso, oferecendo um plano com mais largura de banda, mais CPU, mais memória etc, dependendo do diagnóstico. Tem site que sai do ar simplesmente porque sofre ataques tipo DDoS e isso gera arquivos de log gigantes, ainda que somente de 404s (não chegam a visitar páginas verdadeiras), fazendo exceder a cota de disco rígido do plano de hospedagem.

    Por maior que seja o seu site, não consigo entender a ideia de vc criar um site “novo” e manter o que já fez num site “antigo”. Isso vai criar um pesadelo em termos de SEO, confundir os usuários, e na minha modesta opinião, não faz o menor sentido. Primeiro porque deve haver sites muito maiores que o seu rodando WordPress. Não consigo imaginar (e nunca vi um caso assim) um site que comece a crescer ter que criar um outro URL para posts antigos. Segundo porque não creio que isso vá resolver. E aí voltamos à questão do diagnóstico. Se a sobrecarga for largura de banda, de que maneira criar uma pasta /antigo/ para posts vai resolver isso? Se for de memória ou CPU, a menos que vc troque os plugins que eventualmente estejam causando esses problemas, ou contrate se for o caso um upgrade da hospedagem, eles dificilmente irão embora.

    Boa sorte!

    • Esta resposta foi modificada 1 mês, 2 semanas atrás por  CB.

    Sobre os redirecionamentos 301, no WP novo você pode instalar o plugin Redirection (https://br.wordpress.org/plugins/redirection/) e fazer os redirecionamentos assim:

    De: http://www.meusite.com.br/nome-do-post
    Para: http://www.meusite.com.br/antigo/nome-do-post

    @everaldomatias, sobre esse trecho, os novos posts, que estarão na nova instalação, não serão redirecionados também?

    @cbrandt lendo seu post até desanimo de começar novamente, dá vontade de encarar e tentar apenas trocar o tema e manter o site, pois com certeza o que você disse é verdade, tem muitos sites maiores… a questão é que já perdemos tudo uma vez.

    mas vou considerar todas as dicas acima e fazer o seguinte, vou trocar o tema e ver o que acontece… se ficar com os mesmos problemas depois tento a instalação nova.

    Os processos estão relacionados aos logs de erro, mas a aplicação, mesmo mal otimizada pode estar gerando requisições distintas para uma mesma ação (navegação na página) assim como ter sido feita sobre referencias, buscando informações de forma desunificada no servidor, criando uma série de chamadas intermináveis por causa das requisições (acessos) em seu site.

    Peço que considere as informações neste chamado assim como o tratamento da aplicação junto ao seu desenvolvedor.

    essa é a informação sobre a sobrecarga

    quanto ao Clouflare já estou considerando e já estou pesquisando o preço para ver se cabe no orçamento. Outra dúvida, assinando o Clouflare, posso deixar de usar o plugin de cache?

    Em relação ao Cloudflare eu sugiro começar no plano gratuito. O modelo deles permite mesmo sites de grande volume começar no modelo gratuito, pois não tem limite de largura de banda. Eu só passaria para o pago depois de experimentar o gratuito, e se visse que realmente as vantagens oferecidas vão ajudar.

    Sim, precisa continuar a usar o plugin de cache mesmo usando o CF. Quando vc usa o Cloudflare, o navegador do usuário busca a página no servidor do Cloudflare, mas o Cloudflare precisa buscar na sua hospedagem. O plugin de cache vai reduzir o tempo que leva para o CF buscar na hospedagem e entregar ao visitante. Muita coisa vai ficar em cache nos centros de dados do CF, mas quando ele precisa buscar o html na origem (hospedagem), o plugin de cache acelera.

    Não desanima, não. Tenta a alternativa de usar o Cloudflare. O uso do Redirection, sugerido pelo @everaldomatias, também pode ajudar independente de criar um site novo. Ele tem um excelente log de 404 que pode acusar as origens de excesso desse erro.

    ps: Não entendi bulhufas da explicação dada pelo provedor de hospedagem. Talvez um desenvolvedor experiente, ou um administrador de sistemas, possa ajudá-lo com isso.

    Russo

    (@guiali)

    Bom dia pessoal. Pelo visto meu melhor caminho será mesmo começar do zero. A locaweb tirou o site do ar novamente, disse que causou sobrecarga.

    Mandou um log de erro, mas como já perdi tudo em outra ocasião, acredito que será melhor começar do zero. Isso se já não perdi, pois esse atual continua fora do ar.

    Vou deixar o log, caso alguém consiga me dar uma luz

    https://pastebin.com/NznMhnYP

    CB

    (@cbrandt)

    Olá, @guiali,

    Pelo que eu vi, seu domínio está retornando o erro Internal Server Error UID of script "/home/httpd/html/index.php" is smaller than min_uid. Jogando esse erro no Google já aparecem alguns outros clientes do Locaweb se queixando desse erro. E muitas respostas no Google que apontam para os mais diversos problemas e soluções. Mesmo sem ser desenvolvedor, arrisco dizer que ninguém saberá melhor como solucionar o problema que o próprio Locaweb.

    Seu site tem mais de 30 mil URLs indexadas pelo Google, parabéns! Não desperdice isso partindo para um “começar do zero”, a menos que vc queira dizer reinstalar o WordPress e importar a base de dados de um backup com todos os seus posts e páginas, mantendo os URLs e consequentemente a força no Google.

    Talvez seja ao caso de vc aproveitar a crise para comparar hospedagens, tanto em termos de valor e daquilo que oferecem, quanto em termos de suporte.

    Boa sorte!

    Russo

    (@guiali)

    Obrigado @cbrandt pela colaboração.

    Quando disse começar do zero significa que deixarei separado e estático tudo o que tenho até hoje, em uma pasta /antigo, não vou mais atualizar, pra não mexer no banco.

    Começarei uma nova instalação na raiz do site, com banco novo, tema novo, etc.

    Em 2011 perdi 2 anos de postagens.

    Quando fui pra Locaweb foi uma solução pra esse mesmo problema que tive em outro servidor. Na época a locaweb foi o que me atendeu. Agora cresceu o número de posts e parece que não está mais suportando.

    Olá @guiali,

    Recebi uma resposta sua no e-mail que não estou vendo aqui no fórum, não sei se foi deletada, se está aguardando “moderação”, ou o quê. Em relação ao mencionado no e-mail:

    No caso do Jetpack, não vejo sentido em usar o CDN de imagens se vc está usando o Cloudflare. Com isso, fica assim: usuário > Cloudflare > Jetpack CDN > hospedagem. Não só não é necessário como vai prejudicar o desempenho (velocidade) do seu site.

    Quanto aos erros 500 q menciona, o que pode ajudar é vc criar no Cloudflare uma “page rule” para que o Cloudflare não faça cache de sua área wp-admin. E esta regra precisa estar em primeiro lugar. O plano gratuito dá direito a 3 regras. As que eu uso e recomendo para sites WordPress são estas: https://snag.gy/UmJF6s.jpg. No caso da última, a regra do “cache everything”, como seu site tem muito conteúdo, pode aumentar de 3 dias para 30 dias.

    Por fim, sugiro usar o GTMetrix e usar os relatórios como guia para otimizar seu site, o que ajuda no desempenho e também a diminuir o uso de largura de banda e outros recursos da hospedagem. Vc vai ver que a sua página inicial está muito pesada, com imagens fora da escala em que são apresentadas no site. Já as páginas dos posts estão bem melhores. Existem bons plugins que podem ajudar nisso.

    Olá @cbrandt, o comentário está aguardando moderação.

    Vou seguir essas dicas que me deu e vou desativar o jetpack temporariamente para ver se melhora.

    Desde já muito obrigado

    acredito que o problema agora pode ser de configuração, pois o sistema está lento no wp-admin.

    Caindo o tempo todo. Vou desinstalar os plugins e ativar um a um pra ver se encontro algum erro.

    22/11/2018
    sem ter sucesso, iniciei novamente a tentativa de restabelecer o site.
    Fiz backup do banco, caso algo dê errado pelo caminho

    Domínio – ok
    SSL – ok
    Plano de hospedagem – ilimitado Locaweb (compartilhado)
    Cloudflare – configurado ok

    1. desativei TODOS os plugins
    2. desativei o tema e deixei o padrão do wp (Twenty Fourteen)
    3. reenviei todos os arquivos do wp

    Acessei o site e estava mais leve por alguns minutos, mas logo logo apresentou o erro 521 com a tela do cloudflare ok, browser ok, mas o servidor FORA DO AR

    minhas conclusões:
    não é problema de plugin, pois não existe plugin ativado
    não é o meu tema, pois estou usando o tema padrão e continua caindo
    não é arquivo wp corrompido, pois enviei todos novinhos agora

Visualizando 15 respostas - 1 até 15 (de um total de 15)
  • Você deve estar logado para responder a este tópico.